Siga nossas redes sociais

Vereadores analisam se motoboys podem entrar em condomínios para entregas em Manaus

 

Reportagem: Tawanne Costa 

Um Projeto de Lei prevê que os entregadores de delivery não terão a obrigatoriedade de subir até os apartamentos para efetuar a entrega do pedido, em Manaus.

Se aprovado, o projeto autoriza, que a entrega seja feita na portaria dos condomínios residenciais.

A proposta também orienta para os casos em que os clientes sejam pessoas idosas, gestantes, mães com crianças de colo, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Helden Roberto trabalha com esse tipo de serviço e conta que já passou por muitos constrangimentos. Para ele, a medida irá evitar transtornos. (Ouça)

O PL foi criado com a justifica de amparar, por meio da Lei Municipal, a categoria, que tem enfrentado problemas na entrega dos pedidos.

No dia 26 de junho, um motoboy, de 49 anos, foi agredido com um soco no rosto e ameaçado por um morador, após entregar uma refeição no apartamento, de um condomínio, na zona Centro-Sul de Manaus.

A repercussão do ocorrido levou outros entregadores a protestarem em frente ao residencial. O caso foi registrado na Polícia.

Mateus Figueira trabalha como entregador há 3 anos e conta que já sofreu violência na hora da entrega. Ele é a favor do PL. (Ouça)

O projeto estabelece que condomínios deverão fixar esta norma visível e de fácil acesso ao público em suas portarias.

A proposta se encontra na Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress