Polícia resgata criança que vivia acorrentada e era torturada pelo próprio pai em Manaus

Polícia resgata criança que vivia acorrentada e era torturada pelo próprio pai em Manaus

Um homem de 32 anos e a esposa dele, de 23 anos, são presos por manterem uma criança de apenas 9 anos acorrentada na casa onde moravam, no bairro Gilberto Mestrinho, na Zona Leste.

A criança foi resgatada, após ser encontrada em estado crítico devido a tortura praticada pela família. (Foto: Divulgação)

Segundo a delegada Joyce Coelho, a prisão ocorreu nessa segunda-feira (6), após a polícia descobrir o caso durante o recebimento de uma denúncia, que apontava que o menino era espancado quase todos os dias na residência.

Ao averiguar essa denúncia, os policiais encontraram a criança lesionada e desnutrida. O garoto contou que era vítima de tortura praticada pelo próprio pai e pela madrasta. Além das agressões, também passava horas acorrentado.

Ainda segundo a Polícia Civil, o menino era solto pela manhã e à tarde ía para a escola extremamente instruído a não contar nada para ninguém.

Na delegacia, a mulher confessou que torturava a criança há algum tempo e que não gostava dela. Já o pai relatou que acorrentava o filho porque ele tinha um tipo de tolerância à lactose.

Além do garoto, o homem tem uma filha de 2 anos com a mulher e cria outra garota de 8 anos que é apenas dela. Os dois foram presos e vão responder pelo crime de tortura. As meninas foram entregues à avó e o menino será encaminhado para um abrigo.

Da redação