AM volta a vacinar adolescentes sem comorbidades

Após reunião, governo decide retomar vacinação de adolescentes no AM

O governo do Amazonas decide retomar a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades contra a Covid-19, apesar da recomendação do Ministério da Saúde de suspender a imunização desse grupo. A decisão foi aprovada, nessa sexta-feira (17), pela Comissão Intergestores Bipartite do Estado do Amazonas (CIB), durante reunião extraordinária virtual.

A gestão afirma que há disponibilidade de doses, a vacina é segura e foi aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

“Por unanimidade, pactuamos, assim como outros 21 estados, continuar a vacinação dos adolescentes sem comorbidades no Amazonas. Temos disponibilidade de doses, a vacina é segura e foi aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A agência emitiu nota de que não há contraindicação para aplicação da vacina em adolescentes sem comorbidades. Precisamos continuar a vacinação, porque a maior arma contra a Covid-19 é a vacina”, afirmou o secretário de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), Anoar Samad.

Em todo o estado, 194 mil adolescentes, com e sem comorbidades, receberam o imunizante; o que corresponde à cobertura de primeira dose em 41% dos jovens.

De acordo com a secretária municipal de Saúde de Manaus, Shádia Fraxe, 71% dos adolescentes de 12 a 17 anos estão vacinados na capital. Nos 61 municípios do interior do Estado, mais de 40% dos adolescentes estão vacinados com a primeira dose do imunizante, conforme o secretário executivo de Assistência do Interior, da SES-AM, Cássio Espírito Santo.

Da redação com informações da Secom
Foto: SES-AM