AM tem alto número de casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes em 2022

AM tem alto número de casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes em 2022

Reportagem: Clara Toledo

Foram quase três anos de abusos em cinco menores de idade da mesma família. Entre elas, as filhas pequenas, a enteada e a sobrinha. O homem de 40 anos que abusou das crianças e adolescentes foi preso e caso repercutiu entre a população manauara esta semana.

(Foto: Reprodução/Internet)

A ocorrência é mais uma que faz parte da estatística alta de crimes dessa natureza. A semana marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Os dados referentes aos crimes de teor sexual contra menores apontam aumento das ocorrências. Foram 61 casos de estupro de vulnerável nos dois primeiros meses de 2022.

A alta dos casos era uma realidade esperada, como explica delegada titular da especializada Joyce Coelho. (Ouça)

A psicóloga Conceição Barbosa traz ainda um outro ponto para explicar o aumento nos números. (Ouça)

Os crimes, que na maioria das vezes, acontecem dentro do próprio ambiente familiar, pedem atenção redobrada dos responsáveis para orientar e alertar as crianças. Carla Canto, mãe de três meninas e um menino pequeno, afirma que sempre aconselha os filhos a tomarem cuidado e comunicarem qualquer coisa estranha ou anormal. (Ouça)

Antes de comunicar verbalmente, crianças e adolescentes costumam apresentar sinais no comportamento. A delegada Joyce Coelho reforça que é necessária atenção nesse aspecto – que pode ser o alerta de que há algo de errado acontecendo. (Ouça)

Os efeitos de vivenciar o abuso sexual na infância são permanentes na trajetória de quem passa por isso. Os impactos são especificados pela psicóloga Conceição Barbosa. (Ouça)

As denúncias podem ser feitas por meio do canal Disque 100 ou de forma anônima pelo canal 181.