Reportagem: Eros de Sousa. 

A presidente do Tribunal de Contas do Amazonas, Yara Lins, depõe na sede da Polícia Federal na tarde desta quarta-feira (21) sobre o processo de suposta agressão sofrida por ela.

O depoimento diz respeito ao caso denunciado pela conselheira no dia 6 de outubro do ano passado. Na ocasião, ela denunciou ser ameaçada e xingada pelo também conselheiro Ari Moutinho, durante as eleições para a presidência da corte.

Após o depoimento, a presidente do TCE, Yara Lins, falou com a imprensa e disse estar segura com o andamento do processo:(Ouça)

A advogada de Yara Lins, Catharina Estrella, também esteve na coletiva. Ela disse que pelo menos cinco pessoas testemunharam no caso:(Ouça)

Em novembro do ano passado, o então presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Érico Desterro decidiu arquivar o processo que investigava a denúncia de agressão e ameaça de Ari Moutinho contra Yara Lins.

A advogada Catarina Estrela disse que o processo de arquivamento no TCE envolveu uma “usurpação de competência” e que o então presidente se negou a investigar o caso:(Ouça)

O inquérito tramita no Superior Tribunal de Justiça e já corre há 30 dias, o prazo é de 45 dias.

O próximo passo do inquérito é ouvir agora o conselheiro do Tribunal de Contas, Ari Moutinh

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *