Flexibilização dos setores e festas clandestinas

Volta às aulas presenciais, festas e flexibilização dos setores acontecem mesmo sem avanço esperado da vacinação

As festas clandestinas são tema constante de notícias na BandNews Difusora. Desde que um controle relativo do vírus passou a imperar na consciência coletiva, as pessoas passaram também a ter uma posição de relaxamento quase completo com relação às aglomerações – palco de propagação do coronavírus. O desleixo com as medidas adotadas no combate ao vírus tem relação com dois fatores, explica Seráfico: a atitude negacionista e minimizadora de alguns representantes políticos e setores da sociedade – inclusive durante o decorrer da pandemia – e a falsa sensação de normalidade, proporcionada pela vacinação que avança a passos vagarosos em todo o país.

O colunista lembra que, assim como os setores tem experimentado uma larga flexibilização das medidas restritivas, situações similares de flexibilização dos setores nos levaram à crise de janeiro de 2021, em Manaus e eventualmente, ao surgimento de novas cepas do vírus. A volta às aulas presenciais parece também ser uma atitude precipitada, uma vez que a vacinação não avançou da forma que deveria e ainda faltam longos progressos para garantir a segurança sanitária das pessoas.

Confira: