Vacinação contra covid será exigida no retorno às aulas presenciais em Manaus, diz prefeito

Vacinação contra covid será exigida no retorno às aulas presenciais em Manaus, diz prefeito

Reportagem: Ricardo Chaves
(Foto: Divulgação/Antônio Pereira/Semcom)

Com apenas 10% das crianças de 5 a 11 anos de idade vacinadas em Manaus, o comprovante de vacinação contra a Covid-19 passará a ser exigido durante o retorno das aulas presenciais em Manaus, marcado para o dia 14 de fevereiro. O anúncio foi feito pelo prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), durante inauguração de uma das quatro escolas que passam a operar por um período inicial de sete a dez dias, como pontos de imunização. (Ouça)

Mais de 153 mil alunos da rede de educação dessa faixa etária estudam em escolas municipais. Dessas, apenas 12 mil foram vacinadas contra a Covid-19.

Em entrevista à Rede Difusora de Rádio, o secretário de Educação, Pauderney Avelino (DEM) falou que a medida busca evitar que casos de Covid-19 se desenvolvam na forma mais grave em crianças. (Ouça)

Em janeiro, Manaus registrou 155 internações de crianças e adolescentes pela Covid-19. Na avaliação do infectologista, Nelson Barbosa, a medida de cobrar o comprovante de vacinação é uma boa forma de incentivo para aumentar a cobertura vacinal. (Ouça)

De acordo com a Prefeitura de Manaus, a meta para os próximos dias e aumentar ainda mais os pontos de vacinação infantil. Os novos quatro pontos de vacinação ficam no Centro Integrado Municipal de Educação (Cime) Doutora Viviane Estrela Marques, Cime Senador Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Filho, o Cime Josefina Rosa de Mattos Pereira de Castro e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Domingos Sávio.