Siga nossas redes sociais

Técnico de vôlei preso prometia carreira no esporte para abusar sexualmente de alunos

O técnico da Federação Amazonense de Vôlei Sub-16 (FAV), Walhederson Brandão Barbosa, é preso por abusar sexualmente de 12 alunos – todos menores de idade.

As investigações apontam que o homem, de 40 anos, praticava prostituição e exploração sexual contra os adolescentes, de 15 a 17 anos, com a promessa de torná-los atletas profissionais em times de prestígio. O técnico ainda filmava os estupros.

Todas as vítimas identificadas confirmaram o crime.

A polícia acredita que haja mais vítimas, considerando a suspeita de que ele cometia os crimes há pelo menos 20 anos.

Segundo a titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Joyce Coelho, no momento da prisão, a polícia flagrou Walhederson dormindo com dois jogadores de 15 anos, na cama dele. Seis adolescentes moravam na casa do técnico.

 

 

As investigações começaram há três meses após a polícia ter acesso a um vídeo de conteúdo pornográfico filmado pelo técnico. As filmagens repercutiram em uma das escolas onde Walhederson também era treinador. De acordo com a polícia, os adolescentes eram alunos da unidade de ensino.

 

 

A prisão do treinador ocorreu na manhã desta terça-feira (14) durante a Operação Bloqueio, deflagrada pela Polícia Civil.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress