Siga nossas redes sociais

Suspeitos de golpe se passavam por desembargadores e pediam até R$ 15 mil em troca de favores judiciais, diz polícia

Um grupo suspeito de estelionato se passava por desembargadores que atuam no

por Clara Toledo Serafini

Um grupo suspeito de estelionato se passava por desembargadores que atuam no Amazonas, Acre, Pernambuco, entre outros estados, para aplicar golpes.

Os autores chegaram a praticar crimes que envolviam R$ 15 mil retirados das vítimas que depositavam o dinheiro em troca de favores judiciais.

A polícia prendeu nesta terça-feira (06), no Ceará, Francisco Loureiro; Francisco Souza; Manuel Paiva; Ricardo da Silva; e Vanessa Nogueira.

De acordo com a polícia, o grupo agia da seguinte forma: as vítimas eram comunicadas sobre a necessidade de recolher algumas taxas nos valores de R$ 4 mil a R$ 15 mil, referentes à liberação de alvarás judiciais, em nome de pessoas que tinham ações tramitando na Justiça.

Os suspeitos vão responder por estelionato e ficarão à disposição do Poder Judiciário do Ceará.

Da redação

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress