Saúde bucal será objeto de estudo realizado a partir de abril no AM

Saúde bucal será objeto de estudo realizado a partir de abril no AM

Reportagem: Ricardo Chaves

Um estudo que analisa as condições de saúde bucal da população, está de volta a partir de abril. O projeto é realizado a cada 10 anos, no âmbito da Política Nacional de Saúde Bucal, conhecido como Brasil Sorridente, implementado pelo Ministério da Saúde (MS).

(Foto: Divulgação/FCecon)

No Amazonas, o levantamento, é realizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) em parceria com as prefeituras municipais. O programa começa pela capital e, em seguida, deve ser ampliado para outros 11 municípios do interior do estado.

Neste ano, aproximadamente 50 mil pessoas que moram em 422 municípios do país (395 cidades do interior, 26 capitais e o Distrito Federal), foram selecionadas para participar da pesquisa do MS.

A chefe do Departamento de Atenção Básica e Ações de Estratégias da pasta estadual de saúde, Viviane Almeida, ressaltou que os dados obtidos no levantamento vão permitir uma avaliação mais efetiva e consistente da situação bucal no Amazonas. (Ouça)

O objetivo do levantamento é proporcionar à gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) informações para o planejamento de políticas e programas de promoção, prevenção e assistência em saúde bucal, nas esferas nacional, estadual e municipal.

Para isso, Viviane Almeida, alerta para a importância de a população receber equipes de saúde bucal da atenção primária em casa. (Ouça)

Entre os municípios do Amazonas que receberão as equipes, a partir da primeira quinzena de abril, estão Borba, Eirunepé, Humaitá, Itacoatiara, Manacapuru, além de Manaus.