Restrição às sacolas plásticas em Manaus pode gerar 4 mil demissões no setor

Restrição às sacolas plásticas em Manaus pode gerar 4 mil demissões no setor, diz Sindplast

A lei que proíbe a distribuição gratuita de sacolas plásticas em estabelecimentos comerciais de Manaus, pode gerar a demissão de mais de 4 mil trabalhadores. A estimativa é do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Material Plástico de Manaus e do Amazonas (Sindplast-AM) repassados à BandNews Difusora.

Restrição às sacolas plásticas em Manaus pode gerar 4 mil demissões no setor

A quantidade representa 40% do total de trabalhadores do segmento que atualmente emprega mais de 10 mil pessoas no Amazonas. A lei é de autoria dos vereadores Fransuá Matos (PV) e Glória Carrate (PL) e entrou em vigor nessa sexta-feira (1) em Manaus.

No entanto, a nova legislação ainda não possui regulamentação. De acordo com o presidente do Sindplast-AM, Francisco Brito, faltou diálogo com o setor plástico para evitar demissões em um contexto social preocupante na cidade de Manaus. (ouça)

A iniciativa não é nova no país. Capitais como Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Florianópolis possuem leis parecidas.

Dados da Confederação Nacional do Ramo Químico (CNQ) apontam que assim que a lei passou a vigorar na maior cidade do país, São Paulo, ocorreram demissões e uma redução de 80% na produção de sacolas plásticas.

Apesar de ajudar na causa ambiental e na diminuição de poluentes, Francisco Brito, considera que seria mais efetivo criar iniciativas de conscientização do uso e descarte das sacolas plásticas. (ouça)

Já o vereador Fransuá Matos (PV), defende o projeto e diz que ele servirá para a população refletir sobre sua relação com o meio ambiente. O parlamentar também defende que a nova legislação deve gerar renda, mas não é possível estimar quantos postos de trabalho serão criados. (ouça)

De acordo com a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), diariamente, mais de 27 toneladas de lixo são retirados das águas, entre sacolas plásticas e outros tipos de resíduos urbanos.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus), realiza nesta sexta-feira (1), às 15h30, uma coletiva de imprensa para falar sobre a Lei que proíbe a distribuição de sacolas plásticas em estabelecimentos comerciais.

A coletiva contará com a presença da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e da Associação Amazonense de Supermercados (Amase).

O evento será realizado no auditório da sede da CDL Manaus, localizada na Av. Djalma Batista, zona centro-sul da capital.

Reportagem: Ricardo Chaves
Foto: Reprodução/Internet