Quase metade dos municípios do Amazonas têm problemas com uso de drogas ilícitas.

Quase metade dos municípios do Amazonas têm problemas com uso de drogas ilícitas

Quase metade dos municípios do Amazonas têm problemas com uso de drogas ilícitas.

40% das cidades do Amazonas sofrem com o uso de drogas ilícitas como o crack. É o que aponta o Observatório da Confederação Nacional dos Municípios-CNM. A situação mais grave continua sendo nas comunidades de áreas de fronteiras, os chamados corredores de entrada de drogas no estado.

O representante da Área Técnica da Confederação, Eduardo Stranz, destaca o impacto nos municípios. Segundo ele, toda uma cadeia é afetada. (ouça)

O crack é uma droga de grande aceitação devido ao baixo preço e é bastante comum entre moradores de ruas e jovens. Para a médica psiquiatra e especialista em dependência química, Helena Moura, a adolescência é o período mais vulnerável para o primeiro contato com o uso de drogas. (ouça)

Entre as áreas mais afetadas por problemas envolvendo o crack no Amazonas estão: Assistência Social, Educação, Segurança e a Saúde.

A médica e especialista em Estudos do Álcool e outras Drogas (ABEAD), Carla Bicca, explica o que o consumo excessivo do crack pode causar. (ouça)

Um dos fatores que mais influenciam o consumo de substâncias ilícitas é o histórico de traumas ou de abuso na infância.

Reportagem: Tawanne Costa
Foto: Reprodução/Agência Senado