Coleta de materiais recicláveis é parte de projeto social em Tabatinga

Projeto de catadores de materiais recicláveis leva desenvolvimento socioeconômico e ambiental a Tabatinga

Um projeto prevê o desenvolvimento econômico social e ambiental através da coleta de materiais recicláveis no município de Tabatinga, no interior do Amazonas.

A ideia também se estende ao fomento e a interiorização de atividades e pesquisa aplicada em áreas estratégias para trazer alguma possibilidade de mudança ao meio ambiente por meio da coleta desses resíduos.

Uma das ações que mais tem beneficiado o município é a preservação do solo e nascentes dos rios, como afirma o coordenador do projeto e engenheiro florestal, Maxer Colares Batista.

“Vamos conseguir mitigar, minimizar esses impactos ambientais negativos. Porque, convenhamos, o lixão é o pior cartão postal que uma cidade pode ter. Além dele contaminar o solo, ele é um atrativo para animais que são vetores de diversas doenças. E algo de mais grave, contaminam o que temos de mais precioso no município que são os cursos d’água” disse o engenheiro florestal.

O projeto também vai organizar os catadores para que eles possam desenvolver as atividade de forma organizada com mais segurança e que gere emprego e renda.

Além de contribuir com a preservação, o engenheiro florestal afirma que o projeto se estende ao desenvolvimento econômico, social e ambiental.

“Cabe ressaltar que aqui na região do Alto Solimões, nós temos uma alta taxa de vulnerabilidade social. E fomentar estudos voltados para esse setor, possibilita o desenvolvimento econômico, social e ambiental e a importância de contribuir com a coleta seletiva de materiais recicláveis”, completou Maxer.

A área ambiental tem relação direta as políticas públicas e o projeto tem auxiliado o poder público municipal a gerenciar os resíduos sólidos do município de Tabatinga.

Reportagem: Tawanne Costa
Foto: Internet