WhatsApp Audio 2023-03-29 at 11.27.09WhatsApp Audio 2023-03-29 at 11.27.09

Reportagem especial: Tawanne Costa

Professores e pais de alunos da Escola Estadual Tancredo de Almeida Neves, localizada na Rodovia BR-319, no município de Careiro da Várzea, fazem abaixo-assinado, após o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) notificá-los que vai demolir a única unidade de ensino, em 30 dias, para a construção de um acesso por onde irão passar as máquinas envolvidas nas obras da ponte da rodovia federal.

A medida, segundo o DNIT, é por “segurança” por causa da construção da nova ponte sobre o rio Autaz-Mirim, que desabou no ano passado.

Alessandro Gomes é professor da unidade de ensino e conta a gestão da escola já entrou com recurso para barrar a demolição. Ele relata o prejuízo que isso causaria aos alunos.

Ele afirma ainda que os alunos estão sofrendo para chegar até a escola, já que precisam passar quase duas horas esperando pela travessia na balsa.

O abaixo assinado para barrar a demolição da escola foi protocolado no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em Brasília, pelo deputado João Luiz.

Nessa terca-feira (28), o parlamentar se manifestou na tribuna da Aleam sobre o assunto.

O político também cobrou providências ao DNIT quanto a prioridade dos alunos na travessia.

Na semana passada, os moradores da região fizeram um manifesto pois precisaram pagar uma quantia no valor de 40 reais, após o rebocador, da empresa terceirizada pelo DNIT, parar as atividades por falta de combustível.

A situação deixou uma fila quilométrica de veículos com passageiros, entre eles, pacientes que vinham para a capital realizar tratamentos médicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *