Siga nossas redes sociais

Polícia não descarta que artista venezuelana tenha sido enterrada viva

por carlao

 

Reportagem: Ricardo Chaves.

 

A Polícia Civil do Amazonas não descarta a possibilidade da artista circense Juliete Inés Hernández Martínez ter sido enterrada viva.

A informação foi revelada pelo delegado Valdinei Silva, titular da unidade policial de Presidente Figueiredo, em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (8): (ouça)

O auxiliar de serviços gerais Thiago Agles da Silva e a autônoma Deliomara dos Anjos Santos confessaram ter praticado o crime.

A artista foi morta, vítima de estupro e logo em seguida queimada.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo dela foi enterrado em uma área de mata do município de Presidente Figueiredo, interior do Amazonas.

O delegado responsável pelo caso afirma que, em depoimento, o casal confessou o crime: (ouça)

A artista estava desaparecida desde o dia 23 de dezembro na cidade de Presidente Figueiredo, no interior do Amazonas.

Durante as buscas pela região, os policiais localizaram inicialmente partes de bicicleta que Julieta Hernández utilizar, o equipamento estava nas proximidades onde foi localizado o corpo.

Não é a primeira vez que a dupla teria usado o mesmo método para praticar um crime.

O delegado Valdinei Silva disse que a dupla já foi acusada de tentar enforcar e roubar uma outra pessoa: (ouça)

O casal será indiciado pelos crimes de latrocínio, estupro e ocultação de cadaver.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress