Siga nossas redes sociais

Pesquisa da UEA aponta que cesta básica no AM ainda consome 50% do salário mínimo

por Clara Toledo Serafini

 

Reportagem: Eros de Sousa

O preço da cesta básica cai em agosto em Manaus, mas ainda representa quase metade do salário mínimo da população.

Em consulta realizada mensalmente pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Economia da Universidade do estado do amazonas (UEA) foi constatado que o preço da cesta básica caiu 4,55%.

A média para o mês de agosto foi de SEISCENTOS E SEIS REAIS (R$ 606), valor que representa 49,7% do salário mínimo hoje, já contando os descontos da previdência social.

A economista Denise Kassama explica que fatores logísticos de Manaus afetam diretamente os produtos da cesta básica. (Ouça)

A pesquisa considera cesta básica doze produtos. Alguns dos itens são: carne, leite, feijão, arroz, farinha d’água, tomate e pão francês.

A carne é o produto que mais pesa na cesta, representando 22% do valor total, apesar disso em agosto o produto caiu 11%.

Quem também tem sofrido para colocar a carne no carrinho de compras é o assistente contábil Carlos Viana, ele afirma que não costuma conferir preços antes de ir ao mercado e sente no bolso para levar o alimento para casa. (Ouça)

O único produto que subiu de preço com relação ao mês anterior foi a banana, com aumento de 2,37%.

O que menos participa do valor da cesta básica é o café com 1,39%.

O estudo também fez um comparativo sobre a quantidade de horas trabalhadas e a aquisição da cesta básica.

Um trabalhador com renda mensal de um salário mínimo em Manaus, precisa contribuir com cerca de 101 horas de trabalho para conseguir comprar os itens necessários.

Nos últimos cinco anos, o valor da cesta básica em Manaus cresceu aproximadamente 68,4% no período de 5 anos, um pouco maior que a inflação acumulada que foi de 32,17% de acordo com a variação do IPCA

A pesquisa foi feita em 25 estabelecimentos de Manaus, em todas as zonas da capital.

Outro levantamento feito pela plataforma Cesta de Consumo HORUS & FGV apontou os maiores aumentos em agosto na cesta básica.

Entre os itens estão frango, óleo e café, os vilões da cesta básica.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress