Reportagem: Cindy Lopes

Os alunos da Escola Municipal Professora Noêmia Santana, no bairro Redenção, zona oeste de Manaus, são coagidos a vender rifas em troca de pontos na disciplina de Língua Portuguesa.

A justificativa é para que o valor arrecadado seja para pagar o registro do Conselho Escolar e renovação do estatuto da unidade de ensino.

Segundo o estudante que não será identificado, a turma dele está sem professor de português há mais de um mês e o pedagogo é quem está substituindo.

O aluno conta que o educador entregou 20 rifas para cada um na última terça-feira, com prazo para entrega no dia seguinte. (Ouça)

A mãe de uma estudante da escola, que também não será identificada, afirma que a filha chegou em casa com as rifas dizendo que precisaria levar os valores da venda já no dia seguinte, caso contrário, não receberia os pontos na matéria de língua portuguesa. (Ouça)

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), a venda das rifas foi informada aos pais e os responsáveis em uma reunião realizada no dia 28 de fevereiro de 2024, e que seria para pagar o registro do Conselho Escolar e renovação do estatuto da unidade de ensino, no valor de R$1.300,00 reais, e que todos os que estavam presentes na reunião assinaram a ATA concordando com a ação.

A mãe da aluna afirma que assinou o documento, mas que em momento nenhum foi informada de que a venda das rifas contaria como nota. (Ouça)

A pedagoga Laura Cristina Andrade afirma que falta fiscalização e comprometimento e acrescenta que vendas de rifas jamais podem ser trocadas por pontos. (Ouça)

Em nota, a Prefeitura de Manaus, por meio da Semed, disse que a informação de que as rifas valeriam nota não procede.

Em relação à professora de Português, a direção da escola informou que ela está de Licença Médica, por isso o pedagogo está substituindo a educadora até o fim do benefício e que os alunos não estão sendo prejudicados, já que os conteúdos da disciplina continuam sendo aplicados seguindo o currículo municipal com as turmas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *