Órgãos de fiscalização devem adotar medidas mais rígidas para conter avanço da covid-19 em São Gabriel da Cachoeira

Órgãos de fiscalização devem adotar medidas mais rígidas para conter avanço da covid-19 em São Gabriel da Cachoeira

Em decorrência do aumento de casos e mortes pela covid-19 em São Gabriel da Cachoeira, no interior do Amazonas, a Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) e o Ministério Público do Amazonas (MP-AM) recomendam ao município e ao Procon municipal que adotem medidas rígidas e efetivas de fiscalização de eventos para evitar um novo colapso de saúde pública.

Órgãos de fiscalização devem adotar medidas mais rígidas para conter avanço da covid-19 em São Gabriel da Cachoeira
Após aumento de casos, São Gabriel da Cachoeira deve adotar medidas mais rígidas para contenção do vírus.
Foto: Moisés Baniwa

A iniciativa visa conter a disseminação do coronavírus, principalmente, em locais que concentram grande quantidade de pessoas, como festas, reuniões em espaços públicos ou privados, clubes e condomínios, boates, casas de shows, entre outros.

A recomendação destaca que foram notificados 115 novos casos de pessoas infectadas por covid-19 no município, entre os dias 1º e 4 deste mês, conforme Boletim Epidemiológico. Os dados revelam que nas últimas semanas, o município voltou a registrar óbitos e internações graves por Covid-19.

Da redação