Siga nossas redes sociais

Nova diretoria do TCE-AM deve tomar posse até o dia 15 de dezembro

por Clara Toledo Serafini

Nova diretoria do TCE-AM deve tomar posse até o dia 15 de dezembro

Os conselheiros do Tribunal de Contas elegeram a nova diretoria para o biênio 2024-2025 em sessão especial realizada nesta terça-feira (3). Sai Érico Desterro e Yara Lins assume a direção da Corte de Contas. A conselheira foi eleita presidente e conduzirá o TCE ao lado de Fabian Barbosa, membro mais novo da Corte e que assume a vice-presidência.

Yara e Fabian foram eleitos com 5 votos cada. Dois conselheiros votaram em branco.

Yara Lins volta à presidência da Corte após 6 anos. Para o novo mandato, ela diz que fará uma gestão pacificadora e que buscará resgatar a fraternidade e seriedade do Tribunal. Sem citar nomes, ela falou sobre o desafio de ser mulher e conduzir TCE (ouça)

Durante a sessão de escolha dos novos nomes, o presidente Érico Desterro chegou a ironizar e sugerir que a eleição fosse interrompida.

O motivo seria a proposta do conselheiro Júlio Pinheiro de que a votação para os cargos fosse realizada de forma simultânea (ouça)

O impasse fez com que Júlio Pinheiro recuasse (ouça)

O conselheiro Josué Cláudio obteve cinco votos e foi eleito o novo corregedor-geral, cargo atualmente ocupado por Ari Moutinho Júnior. O conselheiro deixa o cargo de ouvidor-geral após dois anos de projetos e expansão do trabalho da Ouvidoria em todo o Estado.

Josué Cláudio afirmou que a nova diretoria buscará construir uma administração participativa (ouça)

Mário de Mello foi o único eleito com o voto de todos os conselheiros, por sete votos, para o cargo de ouvidor. Mas a grande expectativa do dia estava em torno da escolha para a Escola de Contas Públicas. Em uma votação apertada, Júlio Pinheiro foi eleito o novo coordenador-geral. Ele obteve 4 votos. Érico Desterro, atual presidente do TCE, recebeu 3 votos.

A votação marca uma mudança, uma vez que o atual presidente, não assumirá automaticamente a Escola de Contas devido a mudanças na legislação.

Durante coletiva à imprensa, Júlio Pinheiro agradeceu o apoio dos conselheiros e disse que durante o processo a democracia saiu vitoriosa (ouça)

Para a conselheira-eleita Yara Lins a mudança na legislação fortaleceu o processo de escolha (ouça)

A posse dos conselheiros que comandarão o Tribunal nos próximos dois anos, acontecerá até o dia 15 de dezembro, no auditório da Corte de Contas.

As presidências das 1ª e 2ª Câmara devem ser definidas na primeira sessão ordinária de 2024.

Reportagem: Ricardo Chaves

 

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress