Dez mandados de busca e apreensão são cumpridos pelo Ministério Público do Amazonas (MP-AM) em operação que investiga irregularidades no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto. A Justiça determinou, ainda, o sequestro e a indisponibilidade de bens dos envolvidos no valor de R$ 1,8 milhões.

De acordo com o MP, a partir das investigações, foram colhidos elementos de provas que revelaram a potencial associação criminosa entre agentes públicos e atores privados para a prática dos crimes de contratação direta ilegal e de lavagem de dinheiro.

A partir da análise dos materiais apreendidos no contexto da segunda fase da Operação “Jogada Ensaiada”, o MP-AM pretende individualizar a conduta de cada um dos envolvidos e submeter o caso à apreciação do Poder Judiciário.

Da redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *