Os motociclistas que fazem transporte de passageiros via aplicativo em Manaus vão poder continuar a trabalhar, com atenção à documentação mínima necessária: carteira de habilitação e documento regular da moto.

A decisão foi tomada pela Prefeitura de Manaus que realizou, nessa segunda-feira (6), a primeira reunião do grupo de trabalho voltado à regulamentação do transporte de passageiros, por aplicativo, em veículos de duas rodas.

Na reunião, ficou determinado ainda que as secretarias que compõem o grupo de trabalho irão ouvir as categorias de moto aplicativo.

Segundo o diretor-presidente do IMMU, Paulo Henrique Martins, a primeira fase do trabalho, para que a categoria preste à sociedade um serviço seguro e com qualidade, é realizar um diagnóstico, identificando o número de plataformas e motoristas que atualmente exploram o transporte de passageiros em motos.

Com lei específica, em breve Manaus pode se tornar uma das primeiras cidades brasileiras a regulamentar o serviço.

Da redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *