Ministério Público arquivou denúncia que indicavam irregularidades nas contratações para hospital referência no combate a covid.

MP arquiva denúncia de irregularidades em contratações para hospital referência no combate à covid

O Ministério Público do Amazonas decidiu arquivar dois Procedimentos Administrativos (PA) abertos para acompanhar medidas da Secretaria de Estado de Saúde durante o combate à pandemia do coronavírus. Na época da abertura dos PAs a gestão era do ex-secretário Marcellus Campêlo. O MP considera as questões resolvidas.

MP arquiva denúncia de irregularidades em contratações para hospital referência no combate a covid
Ministério Público arquivou denúncia sobre contratações para hospital referência no combate a covid. (Foto: Reprodução/SES-AM)

O processo 09.202100000092-3 foi aberto para fiscalizar ações realizadas pelo Governo do Amazonas para garantir o funcionamento adequado do Hospital Nilton Lins, que precisou ser reinaugurado em fevereiro de 2021, auge da segunda onda da pandemia em Manaus.

Para o MP, recomendações da DVISA Manaus e dos MPs estadual e federal foram atendidas pelo Estado, por meio da Secretaria de Saúde. As informações foram publicadas inicialmente pela Revista Cenarium.

Um segundo processo, de número 09.2020.00000222-8, foi aberto para acompanhar ações de contratação de recursos humanos para atender a demanda das unidades de saúde da rede estadual em Manaus, uma vez que houve aumento significativo de pacientes por causa do pico da pandemia.

Segundo o MP, a SES apresentou informações satisfatórios sobre as contratações de pessoal ligado à saúde, feitas por processo seletivo e por contratação de serviços.

Da redação