Mês do consumidor: Concessionárias de energia e água lideram ranking de reclamações do Procon-AM

Mês do consumidor: Concessionárias de energia e água lideram ranking de reclamações do Procon-AM

Reportagem: Gabrielle Moura
(Foto: Divulgação/Djalma Jr./Secom)

Segundo dados do Procon Amazonas, a empresa Amazonas Energia lidera o ranking de reclamações e denúncias formalizadas no órgão. Em segundo lugar vem a concessionária Águas de Manaus, responsável pelo abastecimento de água da cidade. Em 2021, a Amazonas Energia teve 2.673 registros, enquanto a Águas de Manaus contabilizou 1.773.

O diretor presidente do Procon Amazonas Jalil Fraxe, explica que os bancos também são alvos de reclamação e fiscalizações. (Ouça)

O ouvinte Joel Costa conta que já é comum queda de energia na casa dele. (Ouça)

A jornalista Tanair Maria fala que no bairro dela a água tem um horário para ir embora, prejudicando os moradores. (Ouça)

O economista Marcus Evangelista diz que é preciso a população ficar atenta e procurar os direitos para não ser lesado. (Ouça)

Já a polícia civil alerta que em casos de golpes relacionados ao consumo, a orientação é de que as vítimas devem sempre estar munidas de provas impressas (mensagens, comprovantes, promessas, áudio e vídeo) para que as equipes policiais tenham êxito em punir criminalmente o mau empresário e recuperar o prejuízo financeiro.

O consumidor prejudicado financeiramente deve demandar na justiça cível pelo prejuízo, formalizar a reclamação no Procon e deixar a cargo das equipes de investigação da Decon a apuração criminal desses criminosos, lembrando que não basta marcar na internet.

O outro lado

Questionada sobre liderar o ranking de reclamação no Procon Amazonas em 2021, a empresa Amazonas Energia diz, em nota, que as informações além de não estarem corretas, encontram-se defasada por ainda tratar do ranking apenas do primeiro semestre de 2021, além de confundir as reclamações formalizadas com atendimentos presenciais.

A Amazonas Energia diz que, visando otimizar o atendimento ao consumidor, mantém convênio com o PROCON, disponibilizando diariamente atendentes e advogado, para prestar esclarecimentos e auxiliar o consumidor.

A empresa Águas de Manaus diz que vem trabalhando para reduzir o volume de casos judicializados, por meio de uma atuação intensiva na correção de procedimentos técnicos, empenho na gestão de processos e de bom relacionamento com a cidade. A empresa diz que esse trabalho já reduziu em mais de 50%, nos últimos três anos, o volume de processos judiciais contra a empresa.

A Águas de Manaus diz que, junto ao Instituto de Defesa do Consumidor (PROCON/AM), detém o índice de 93% em resoluções de casos que chegam ao Instituto e possui um acordo de cooperação técnica que instalou guichês da empresa dentro da sede do Procon-AM, para recebimento de demandas.