Siga nossas redes sociais

Material escolar tem alta de 8,5% nos preços e Procon alerta para pedidos abusivos

por carlao

Reportagem: Liandre Coltinho. 

Para as famílias com crianças em fase escolar, o início do ano é marcado pela aquisição do material solicitado pelas escolas.

É uma lista com itens variados e que costuma causar espanto, ou até dor de cabeça, em muitas pessoas.

Karine Gama, por exemplo, tem uma filha de 5 anos e relata a jornada para garantir tudo.(ouça)

Os preços dos itens da lista estão, em média, 8,5% mais caros do que no ano passado, segundo um estudo feito pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP).

O aumento é resultado de uma série de fatores e impacta principalmente os cadernos, lápis de cor e as borrachas, que têm maior dependência de matérias-primas importadas.

Por isso, a recomendação é que os pais ou responsáveis planejem bem as compras e também fiquem atentos ao que pode ou não ser solicitado pelas escolas, como explica o delegado George Gomes, titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor.(ouça)

O presidente do Procon, Jalil Fraxe, também comenta sobre a exigência de certos artigos de uso pedagógico.(ouça)

O Procon ressalta que o Instituto está disponível para dúvidas e orientações, através do site do órgão ou presencialmente, nos PACS ou sede do PROCON.

Se o consumidor for vítima de práticas abusivas, é importante registrar um Boletim de Ocorrência e apresentar provas como boletos falsos, capturas de telas e outros documentos.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress