Siga nossas redes sociais

Mandante da morte de servidor do TCE era sócio da vítima, diz polícia

por Clara Toledo Serafini

A polícia prende o mandante do assassinato do advogado e servidor do Tribunal de Contas do Amazonas, Erwin Rommel Godinho Rodrigues, em Manaus.

Israel da Silva Assis era sócio da vítima e vinha sendo cobrado pelo servidor do TCE para quitar uma dívida de R$1,5 milhão em uma negociação de terras no estado da Bahia.

Segundo a polícia, Israel foi o intermediador para a venda de terrenos no Nordeste. Uma terceira pessoa participou do negócio, mas desapareceu sem dar notícias.

Nesse contexto, Erwin cobrava Israel para efetuar a devolução da quantia.

O mandante então contratou Herweton Cavalcante para executar o advogado. Ele foi preso no início do mês e confessou o crime à polícia.

Erwin foi morto no dia 11 de novembro na Alameda Santos Dumont, conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, zona centro-oeste.

Da redação.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress