Manaus tem 17 bairros com alta vulnerabilidade para dengue, zika e chikungunya

Manaus tem 17 bairros com alta vulnerabilidade para dengue, zika e chikungunya

Pelo menos 17 bairros de Manaus apresentam alta vulnerabilidade para o surgimento de casos de dengue, zika e chikungunya e outros 29 estão em média vulnerabilidade. Os dados são resultado do 1º Diagnóstico de Infestação do Aedes aegypti de 2022, realizado no mês de abril em Manaus.

O Aedes Aegypti é o mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya. (Foto: Reprodução/Internet)

Manaus notificou no primeiro trimestre do ano 607 casos de dengue, 27 casos de zika vírus e 33 de chikungunya. Com a chegada do verão, é preciso ficar atento para sua casa não virar criadouro do mosquito, aumentando ainda mais estes números.

O Aedes Aegypti tem alto grau de propagação. A fêmea chega a colocar entre 150 e 200 ovos. O depósito mais comum é em lixos, garrafas, latas e locais que funcionam como ferro velho. No lar, bastam alguns minutos semanais para você fazer uma varredura em casa. Entre os cuidados mais comuns, estão:

  • Checar se lajes e calhas estão limpas;
  • Esvaziar caixa d’ agua, pneus, baldes e garrafas;
  • Usar pratos de plantas apenas virados para baixo;
  • E fazer o descarte do lixo corretamente.

Da redação