Siga nossas redes sociais

Manaus registra nesta quinta-feira (12) qualidade do ar cinco vezes pior que o considerado ruim para a saúde

por Clara Toledo Serafini

Manaus registra nesta quinta-feira (12) qualidade do ar cinco vezes pior do que o nível considerado ruim para a saúde, e nove vezes pior do que o considerado de baixo ou nenhum risco a saúde. Os dados são do Aplicativo Selva, que é o Sistema Eletrônico de Vigilância Ambiental da UEA.

Na região central o AQI, que é o Índice de Qualidade do Ar medido pela quantidade de partículas respiráveis, era de 502.5 por volta das 7h30 da manhã.

O Índice é considerado um dos piores do mundo, conforme monitoramento de qualidade internacional World’s Air Polution.

Na zona oeste o AQI era de 309 e na zona leste era de 227. Na norte da cidade, o AQI chegou a 342.

O Nível de qualidade do ar considerado bom ou moderado varia entre 0 a 50. O ruim varia entre 50 a 75. O considerado péssimo varia entre 125 e 160.

O Superintendente do Ibama no Amazonas, Joel Araújo, informou ontem que a fumaça que cobre Manaus vem principalmente de queimadas que estão ocorrendo nos municípios de Autazes e Careiro Castanho. Segundo ele, os incêndios são causados por ação humana.

Os dois municípios lideram os focos de queimadas no Amazonas segundo dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e concentram juntos 30% do total de focos de queimadas registradas em todo o Estado.

Também há registro de queimadas em Borba, Maués, Careiro da Várzea e Novo Aripuanã.

Da redação

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress