Manaus inicia vistorias em mais de 63 bairros para combater criadouros do mosquito da dengue

Manaus inicia vistorias em mais de 63 bairros para combater criadouros do mosquito da dengue

Começam nesta segunda-feira (4) as ações de campo para o Primeiro Diagnóstico de Infestação do Aedes Aegypti de 2022 em Manaus. A ação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) acontece no Distrito de Saúde (Disa) Leste.

(Foto: Divulgação/Camila Batista/Semsa)

O trabalho será realizado por agentes de controle de endemias e agentes comunitários de saúde que atuam nas zonas Norte, Sul, Leste e Oeste.

Serão alcançados os 63 bairros da capital, com a vistoria de quase 26 mil imóveis selecionados por amostragem, para identificação, tratamento e eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, vetor de transmissão da dengue, zika e chikungunya.

Conforme a Semsa, o objetivo do diagnóstico é mapear as áreas de maior risco para a definição de estratégias de controle do mosquito e prevenção dessas doenças.

As autoridades de saúde ressaltam que a população também deve ajudar no combate aos criadouros do mosquito aedes aegypti, utilizando, pelo menos, dez minutos na semana para verificar o quintal e outras áreas da casa que possam ter objetos que acumulam água parada, locais que servem de criadouros para o mosquito.

Da redação