Décimo terceiro será usado para quitar dívidas e fazer reservas financeiras, segundo pesquisa da CDL-Manaus

Maioria em Manaus deve usar 13º para quitar dívidas, aponta pesquisa

Uma nova pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL) indica que o consumidor vai voltar a priorizar o dinheiro extra do 13º salário para quitar dívidas. A pesquisa aponta que 75,90% dos consumidores da capital amazonense contraíram dívidas parceladas ao longo de 2021. Enquanto, apenas 39,7% já quitaram seus compromissos contraídos nos últimos 24 meses.

A parcela do benefício reservada para manter o nome limpo na praça (39%) também deve ser maior do que a registrada no levantamento do ano passado (28,20%). (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

As intenções de compras de bens semiduráveis e duráveis também cresceu. As opções implicam gastos com vestuário, calçados, eletrodomésticos, ceia de Natal, presentes de Natal, entre outros. O administrador Fernando Ferraz já reservou a maior parte do dinheiro. (ouça)

Segundo o economista César Bergo, é preciso ter planejamento por parte do consumidor para evitar mais gastos e não aumentar dívidas. Dados da CDL-Manaus indicam que os pagamentos de 13º salário devem injetar uma cifra superior a 2,51 bilhões de reais na economia do Amazonas, até dezembro de 2021.

A pesquisa da CDL-Manaus revela que 75,90% dos consumidores da capital amazonense contraíram dívidas parceladas ao longo de 2021. A maioria dos amazonenses que receberá o 13º, um total de 663 mil 966, está no mercado formal de trabalho, divididos entre assalariados dos setores público e privado.

Reportagem: Guilherme Guedes

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email