O julgamento do “Caso Grande Vitória” que estava marcado para esta segunda-feira (29), é adiado mais uma vez. O julgamento foi marcado para o dia 1º de abril.

Segundo o Tribunal de Justiça do Amazonas, o julgamento foi adiado, a pedido do Ministério Público do Estado. O órgão alegou a impossibilidade momentânea de designar um promotor para atuar na sessão.

É a segunda vez que o julgamento é adiado. Em novembro do ano passado o caso já tinha sido adiado a pedido de uma das advogadas dos réus.

O episódio, conhecido como “Caso Grande Vitória”, ocorreu na madrugada do dia 29 de outubro de 2016.

Aléx Júlio Roque de Melo, Rita de Cássia Castro da Silva e Weverton Marinho Gonçalves foram abordados por PMs em uma viatura. Câmeras de segurança registraram quando os agentes colocaram os três no veículo. Os três desapareceram e os corpos nunca foram encontrados.

A Polícia Civil abriu investigação, concluiu que os três foram mortos e apontou o envolvimento dos policiais.

Da redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *