Governo mantém vigilância sob situação de covid-19 na tríplice

Governo mantém vigilância sob situação de covid-19 na tríplice fronteira

Região está sob alerta de surto de covid-19;

O secretário de Estado de Saúde, médico Anoar Samad, segue observando as ações de fortalecimento da vigilância sanitária que estão sendo implementadas pelo Governo do Amazonas na tríplice fronteira entre o Brasil, Colômbia e o Peru – nos municípios de Tabatinga e Benjamin Constant, na região do Alto Solimões.

Entre as medidas está a instalação de equipamentos para a implantação de diagnóstico molecular no Laboratório de Fronteira (Lafron), visando fortalecer a vigilância genômica frente ao risco de introdução de novas variantes do coronavírus.

O Lafron é estrutura pertencente à Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), em Tabatinga, e poderá processar as amostras coletadas nos municípios do Alto Solimões e na região de fronteira para diagnóstico de Covid-19.

Na semana passada, foi feito um alerta de um possível surto de Covid-19 na cidade peruana de Islândia, na fronteira com Benjamin Constant. As autoridades sanitárias brasileiras e internacionais atuam para evitar a introdução de novas variantes no estado do Amazonas a partir dos municípios de fronteira com o Peru e Colômbia, e vice-versa.

As amostras positivas serão enviadas a Manaus para sequenciamento genético e identificação de variantes do coronavírus em circulação.

Foto: Reprodução Internet