Siga nossas redes sociais

Governo Federal torna permanente ações na Terra Indígena Yanomami

por Clara Toledo Serafini

 

por Liandre Coutinho

Ações estruturais e medidas de presença permanente são anunciadas para a Terra Indígena Yanomami, em Roraima, um ano após a crise humanitária na região.

O Ministro da Casa Civil, Rui Costa, fez a declaração nessa terça-feira, 09, após uma reunião do presidente Lula com ministros e chefes de órgãos do governo.

A estimativa é que um crédito extraordinário de R$ 1.200.000.000 deve ser investido em 2024.

Um espaço chamado “Casa de Governo” será erguido e vai concentrar várias instituições, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), para a proteção, segurança e ações no território, como explica o ministro Rui Costa: (Ouça)

A Terra Indígena Yanomami é a maior do país em extensão territorial e sofre com crimes ambientais, especialmente pela ação de garimpeiros.

Só no ano passado, bens avaliados em mais de R$ 580.000 foram apreendidos pela Polícia Federal.

Segundo o presidente Lula, a pauta dos Yanomami é prioridade na agenda do governo para evitar que os indígenas brasileiros continuem sendo vítimas de massacre: (Ouça)

A presença permanente deve ser estruturada em, no máximo, 30 dias pela Polícia Federal, Ministério da Defesa e outros órgãos federais.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress