Pela primeira vez, o número de mulheres com título de doutorado superou o de homens, representando mais da metade dos cadastros ativos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

No mestrado, elas já despontam com 60,70% de participação.

Nos últimos quatro anos, o número de projetos científicos, apoiados pela Fapeam e coordenados por mulheres, saltou de 418 para 834.

Já foram investidos mais de R$ 22 milhões para fomentar 132 projetos de pesquisas, desenvolvidos na capital e em mais 39 municípios do interior do Estado, que estimulam o ingresso de pesquisadoras em áreas do conhecimento com menor presença feminina.

Da redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *