Siga nossas redes sociais

Etarismo: preconceito afasta profissionais com mais de 50 anos do mercado de trabalho

O filme "Um Senhor Estagiário" retrata a história do viúvo, de 70

por Clara Toledo Serafini

Reportagem: Vitória Freire

O filme “Um Senhor Estagiário” retrata a história do viúvo, de 70 anos, Ben Whittaker que deseja retornar ao mercado de trabalho.

Para Ben, a história teve um final feliz. Ele conseguiu o emprego e desenvolveu relações positivas no decorrer da narrativa. No entanto, neste caso, esse cenário se restringe à ficção. Na realidade, existem poucas oportunidades para quem possui idade superior aos 50 anos. (Ouça)

Em 2012, segundo a consultoria especializada IDados, o número de desempregados acima de 50 anos era de cerca de 508 mil. Hoje, ele corresponde a 1 milhão e 400 mil pessoas em busca de uma recolocação.

A graduada em Administração, de 55 anos, Linabell Martins iniciou trajetórias profissionais aos 16 anos e trabalhou por mais de uma década em uma instituição de ensino, chefiando setores financeiros. Contudo, ela precisou se ausentar para auxiliar o marido, que estava empreendendo à frente de uma fábrica de biscoitos.

Linabell relata que, no momento em que ela desejou regressar ao mercado de trabalho, obteve uma surpresa desagradável. (Ouça)

A última vez que Linabell se candidatou para participar de um processo seletivo ocorreu há dois meses. Porém, ela não foi contratada. (Ouça)

A psicóloga e especialista em Orientação de Carreira, Leuza Medeiros, avalia que é preciso combater preconceitos de determinadas empresas que utilizam a idade como critério de contratação. (Ouça)

O termo Etarismo é a discriminação contra pessoas com base em estereótipos associados à idade. Esse preconceito se manifesta através de diferentes maneiras de abordagem, como piadas e atitudes de exclusão.

O Talento Sênior é um programa exclusivo, oferecido pelo Grupo Elfa, para pessoas acima de 50 anos que buscam recolocação profissional, um exemplo no que diz respeito ao combate ao etarismo.

A iniciativa é válida para os estados da Paraíba, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, além do Distrito Federal. Em Manaus, não existem ações semelhantes que oferecem maior dignidade a esse público que está cada vez mais distante de conquistar o sonho de voltar a trabalhar.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress