Marcelo Seráfico | Espontaneidade armada e o uso de imagens para políticos se promoverem em meio ao período eleitoral

Políticos comendo pastel em feira ou usando roupas mais ‘desleixadas’? Não é incomum vermos ações ‘estranhas’ dos candidatos a cargos públicos quando as eleições vão se aproximando. Nem tudo é por acaso. Na maioria das vezes, são ações certeiras e comandadas pela publicidade. Acontece que a relação entre política e publicidade se estreitou nos últimos 20 anos, e assim um verdadeiro mercado político passou a existir. Cidadãos viram consumidores e candidatos viram produtos que precisam ser criados à luz do que o eleitor deseja. O foco sai dos projetos e proposições e a imagem passa a ser o que importa. O sociólogo e colunista da BandNews Difusora faz sua análise sobre o assunto.