Especialistas explicam as reações de vacinas contra a Covid-19

Especialistas explicam as reações de vacinas contra a Covid-19

Por que a vacina contra a Covid-19 gera efeitos colaterais? Quais são as reações mais comuns? É bom ter reação à vacina? Os médicos explicam as reações de vacinas contra a Covid-19.

Esses ainda são alguns dos vários questionamentos levantados por quem foi imunizado contra o coronavírus e apresentou sintomas como dores de cabeça, febre e fadiga.

A reportagem ouviu médicos especialistas no tema que reações de vacinas contra a Covid-19.

Os efeitos colaterais das vacinas contra a Covid-19 mais relatados incluem dor no local da injeção, febre, fadiga, dor de cabeça, dor muscular, calafrios e diarreia. A maior parte dos sintomas vão de leves a moderados, e não duraram mais do que alguns poucos dias.

A bula da CoronaVac, Janssen e Pfizer também descrevem sintomas semelhantes. O informativo da AstraZeneca avisa que, “como todos os medicamentos, essa vacina pode causar efeitos colaterais, apesar de nem todas as pessoas os apresentarem”, e conclui que, em estudos clínicos com a vacina, “a maioria dos efeitos colaterais foi de natureza leve a moderada e resolvida dentro de poucos dias, com alguns ainda presentes uma semana após a vacinação”.

Segundo a OMS, efeitos colaterais leves a moderados são normais e ocorrem porque o sistema imunológico do corpo está respondendo à vacina e se preparando para combater o vírus.

Há também quem se vacina contra o coronavírus e não apresenta sintomas adversos. A OMS destaca que todos os sistemas imunológicos respondem de forma diferente. Ouça:

Reportagem: Guilherme Guedes
Foto: Reprodução