Especialistas avaliam que fenômemo “Repiquete” pode ser causa da subida atípica do Rio Negro, no Amazonas

Nessa quarta-feira (16), o Rio Negro registrou o processo de “Repiquete” subindo três centímetros após ter uma vazante na última segunda-feira (14).

Com isso, a nova marca histórica chegou a 30,02 m, sendo a maior cheia dos últimos 119 anos.

O fenômeno “Repiquete” é um efeito sanfona, quando um rio enche e chega ao seu limite e estabiliza, mas chuvas isoladas fazem com que o nível volte a subir. Ouça:

Reportagem: Guilherme Guedes
Foto: Reprodução

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email