Escolas não suspendem aulas mesmo com casos de Covid confirmados, diz Sinteam

Mais de 30 escolas em Manaus e tem casos de coronavírus suspeitos ou confirmados, de acordo com dados do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas, o Sinteam.

De acordo com a entidade e relatos de ouvintes da BandNews Difusora, há uma orientação por parte das secretarias estadual e municipal de Educação de Manaus para que os gestores omitam os casos para que não haja suspensão das aulas.

Ainda segundo o Sinteam, os protocolos sanitários de prevenção à Covid-19 não estão sendo cumpridos nas instituições de ensino públicas.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed) informa que criou um comitê intersetorial, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que monitora o número atual de infectados e o índice de propagação do vírus em cada zona da cidade.

Segundo a Semed, até o momento, cerca de 20 servidores testaram positivo, apresentaram sintomas leves e se recuperaram em casa. 12.460 professores receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e 4.239 já tomaram a segunda dose do imunizante.

Já a Seduc afirma que em casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 as medidas sanitárias são adotadas de imediato. Após as notificações, a gestão escolar realiza os procedimentos de higienização em todas as salas e áreas comuns das escolas.

A FVS-AM lançou informe dizendo que já realizou 3,6 mil testes de detecção de Covid-19 na educação pública e privada de Manaus e 54 deram positivo.

Segundo a fundação, todos os casos notificados são investigados e é feito o rastreamento na unidade de educação, bem como com os respectivos familiares que recebem orientações repassadas, incluindo a necessidade de procurar unidade de saúde.

Reportagem: João Felipe Serrão
Foto: Reprodução

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email