Em oito meses, Manaus registra 162 acidentes de trânsito com mortes.

Em oito meses, Manaus registra 162 acidentes de trânsito com mortes

O crescente número de acidentes de trânsito ocorridos recentemente em Manaus tem causado apreensão aos motoristas. Só neste ano, foram 162 vítimas que perderam a vida entre janeiro e agosto, de acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), o que apresenta um aumento de 18,5%. E grande parte envolve veículos pesados.

Em oito meses, Manaus registra 162 acidentes de trânsito com mortes.

Um dos casos que ganhou repercussão ocorreu no fim de agosto, quando uma mulher de 37 anos e a enteada dela, de 17 anos, morreram em um acidente de trânsito envolvendo cinco veículos na avenida General Rodrigo Otávio, bairro Japiim, Zona Sul de Manaus. O carro em que as vítimas estavam foi esmagado entre dois caminhões.

Os acidentes nessa área são constantes.

Nesta semana, em um dia, ocorreram dois tombamentos de carretas. Diante disso, após reunião com o Sindicato dos Caminhoneiros e Carreteiros Autônomos, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana estuda a restrição de veículos pesados na capital.

Durante o encontro, foram discutidas medidas para evitar que os veículos circulem em horários de grande fluxo, com rotas alternativas e com a finalidade de evitar acidentes, porém, sem prejudicar o abastecimento do Distrito Industrial e do comércio local. Como conta o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros e Carreteiros Autônomos, Sérgio Alexandre.

Sobre as medidas preventivas de horários de circulação das carretas na cidade, o prefeito David Almeida já afirmou que restrições devem ser implantadas.

Manaus tem uma movimentação de cargas intensa oriundas de Boa Vista (em Roraima) e da Venezuela, e especialistas avaliam que o trânsito de carretas precisa ser avaliado. Outras reuniões devem acontecer nos próximos dias.

Reportagem: Guilherme Guedes
Foto: Reprodução/Internet

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email