Doar sangue

Recém-vacinados contra a Covid-19 devem esperar entre 2 e 7 dias para doar sangue

Doar sangue além de ser um gesto de solidariedade, também pode salvar vidas. Por isso, as doações não podem parar. A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) orienta as pessoas recém-vacinadas contra a Covid-19 a esperar entre dois e sete dias para doar sangue.

O informativo se baseia em nota técnica divulgada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O documento especifica que as pessoas que recebem a Coronavac podem doar sangue 48h após a dose do imunizante. Quem recebeu a AstraZeneca, Pfizer ou Janssen precisa aguardar sete dias para realizar a doação.

A regra vale tanto para a primeira quanto para a segunda dose.

De acordo com a gerente de captação de doadores do Hemoam, Flávia Rezende, é importante que a pessoa observe se após o prazo orientado pela Anvisa, os sintomas de reações às vacinas ainda persistam:

“É importante que as pessoas saibam que elas devem continuar doando sangue para que o estoque continue no formato atual. A imunização contra a Covid-19 é igualmente importante, as pessoas devem se vacinar e aguardar o período seguro e depois disso, podem ir ao Hemoam e se candidatarem à doação. Dessa forma, ficamos imunizados e ainda ajudamos a salvar tantas vidas.”

A nota técnica da Anvisa explica que o impedimento temporário, tem o objetivo de proteger o doador e também quem receber a bolsa de sangue.

Apesar de começar o mês de julho com o estoque de sangue estabilizado com todos os tipos de sanguíneos, o diretor-clínico do Hemoam, Nelson Fraiji, alerta para as consequências de uma possível baixa no estoque:

“As consequências de um estoque crítico é a falta de sangue particularmente para as atividades hospitalares de urgência”

Para ser doador de sangue, basta se dirigir até o Hemoam, localizado na avenida Constantino Nery, com um documento oficial com foto, estar bem alimentado, ter dormido no mínimo seis horas na noite anterior, pesar mais de 50 quilos, ter entre 16 e 69 anos.

A unidade funciona de segunda a sábado das 7h às 18h. O doador deve usar máscara e respeitar o distanciamento social.

Da redação
Foto: Divulgação Ascom/Hemoam