Siga nossas redes sociais

Decisão da Justiça obriga pai a não fumar durante visitas ao filho recém-nascido no AM

por Clara Toledo Serafini

A Justiça do Amazonas proíbe que o pai de um bebê recém-nascido fume cigarro durante visitas ao filho.

A decisão é assinada pelo desembargador Yedo Simões de Oliveira.

A solicitação partiu da mãe da criança que se divorciou por causa do vício do ex-marido.

O casal havia assinado pacto antenupcial durante a gravidez, em que era prevista a proibição do uso de cigarro, o que não ocorreu e os dois se separaram. Após o nascimento do bebê, a mãe iniciou a ação judicial.

A justiça chegou a suspender por três meses a convivência física do pai com seu filho pelo fato de ele ser fumante.

No entanto, com o recurso do pai, ficou estabelecido que ele não deve fazer uso de cigarro quando estiver com a criança.

O genitor também pediu redução no valor da pensão, mas foi negado, por ora.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress