Comércio do Amazonas começa a se preparar para as contratações temporárias para fim de ano

Comércio do Amazonas começa a se preparar para as contratações temporárias para fim de ano

O avanço da vacinação e o consequente aumento da circulação de consumidores devem fazer com que o Natal de 2021 registre a maior oferta de vagas temporárias no comércio amazonense, para o período, nos últimos oito anos.

De acordo com projeção da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a estimativa é que haja a contratação de 1.216 pessoas no Amazonas.

No ano passado, a projeção de vagas temporárias foi de 766. O segmento de hiper e supermercados é o que mais vai contratar no estado, seguido de demais segmentos, segundo a CNC.

Oito em cada dez vagas criadas devem ser preenchidas por vendedores e operadores de caixa.

O presidente da Federação do Comércio do Estado do Amazonas (FECOMÉRCIO) Dr. Aderson Frota, diz que a mudança de cenário em 2021 renova a esperança dos varejistas.

A entidade prevê ainda aumento de 3,8% nas vendas natalinas, em comparação com 2020.

O colunista de economia da BandNews Difusora FM, Marcus Evangelista fala que a economia começa a dar sinais de melhoras e que a população deve se especializar investindo em cursos online.

A pesquisa aponta ainda que a taxa de efetivação dos temporários após o Natal em todo o país deverá ser maior do que nos últimos cinco anos, com a expectativa de absorção definitiva de 12,2% desses trabalhadores.

Reportagem: Gabrielle Moura
Foto: Reprodução/Agência Brasil