Com a meta de disponibilizar o serviço de esgotamento sanitário em 90% da cidade até 2033 e beneficiar mais de dois milhões de habitantes, é lançado nesta semana o projeto “Trata Bem Manaus”. A iniciativa conta com um investimento de R$ 2 bilhões.

As metas e etapas do “Trata Bem Manaus” constam no “Plano Diretor de Esgoto”, validado pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município (Ageman).

O documento foi aprovado e assinado pelo prefeito David Almeida nessa terça-feira, 23, data de lançamento do programa.

A apresentação do projeto foi feita pela Prefeitura e a concessionária Águas de Manaus. O diretor-presidente da concessionária, Diego Dal Magro, fala que Manaus será referência em esgotamento sanitário no Brasil: (Ouça)

 

Além de proporcionar saúde e qualidade de vida à população, o “Trata Bem Manaus” chega para contribuir com a preservação do meio ambiente, com a recuperação dos igarapés, como destaca o diretor-presidente da Ageman, Elson Andrade: (Ouça)

 

O “Trata Bem Manaus” é resultado de uma série de estudos realizados nos últimos anos, que consideraram as particularidades geográficas e dos corpos hídricos de Manaus.

As análises apontam a implementação de microbacias como a solução mais eficaz para que o acesso ao serviço de esgoto seja expandido de maneira rápida na cidade.

As microbacias possibilitam a divisão da cidade em diversas áreas onde funcionarão as Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) de todos os portes.

As estações serão responsáveis pelo tratamento do esgoto bruto coletado nas residências de cada região, devolvendo a água limpa para os igarapés.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *