Ligações elétricas representam perigo para usuários

Com altas temperaturas, ligações elétricas clandestinas, “os gatos”, aumentam risco de incêndios

O período de verão em Manaus é marcado pelas altas temperaturas, que demandam uso maior de eletrodomésticos para amenizar o calor e consequentemente, maior uso de energia.

O alto consumo e o preço elevado da conta, leva pessoas a realizarem o furto de energia, também conhecido como “gato”. Essas ligações clandestinas são práticas criminosas que interferem na qualidade do serviço e podem causar acidentes fatais.

A tenente bombeiro Lívea Bulcão afirma que as irregularidades elétricas causam acidentes com frequência em Manaus:

“Os incêndios são mais comuns do que podemos imaginar. Muitas vezes em um pequeno descuido é suficiente para que esse sinistro tome proporções graves. E as principais causas estão ligados com problemas na rede elétrica”, alertou a tenente.

Lívea destaca alguns cuidados que podem ser tomados para evitar problemas com a rede de energia. Usar muitos equipamentos (como chuveiro elétrico, ferro de passar, aquecedores) ao mesmo tempo podem sobrecarregar a rede elétrica. (ouça)

De acordo com a Amazonas Energia, de toda energia elétrica comprada pela empresa para revender aos consumidores no estado, 45% é furtada por meio de ligações clandestinas.

A concessionária também alerta que essa prática representa risco de morte por choque elétrico, além dos transtornos causados a população com interrupções e oscilações no fornecimento de energia.

O engenheiro eletricista Matheus Câmara diz que há alternativas para pagar um bom preço na conta de luz. (ouça)

O furto de energia elétrica é crime previsto no Código Penal com punição que varia de 1 a 4 anos de prisão.

Em alguns casos, o desvio pode ser considerado também como estelionato, que eleva a pena de prisão, além da multa pela fraude.

Reportagem: João Felipe Serrão
Foto: Reprodução Internet