Os rios Negro, Solimões e Amazonas devem enfrentar uma cheia menos intensa em 2024, segundo o 1º Alerta de Cheias do Amazonas.

O alerta é realizado pelo Serviço Geológico do Brasil (SGB) e busca apoiar o planejamento de ações para o período.

As previsões, com antecedência de 75 dias para o pico da cheia, contemplam os municípios de Manaus, Manacapuru, Itacoatiara e Parintins, onde vivem mais de 2,3 milhões de pessoas.

A causa de uma cheia menos intensa é resultado da seca severa que afetou a região em 2023 e das chuvas abaixo da média, que têm dificultado a recuperação dos rios.

Segundo as previsões, o Rio Negro deve atingir 27,21 m em Manaus, com possibilidade de chegar à máxima de 28,01 m.

Da redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *