Casos de malária apresentam redução de 11% no Amazonas em 2022

Casos de malária apresentam redução de 11% no Amazonas em 2022

(Foto: Divulgação/Valdo Leão/Arquivo – Semcom)

Os casos de malária têm redução de 11,7% no Amazonas na comparação entre o primeiro trimestre de 2021 e o de 2022. De janeiro a março deste ano, foram registrados 10.124 casos da doença. Já no ano passado, foram 59.434 registros.

Os municípios com redução de casos são Itacoatiara (-89%), Santo Antonio do Içá (-84%), Borba (-77%), Manacapuru (-75%) e Presidente Figueiredo (-72%).

Nessa segunda-feira (25), data alusiva ao Dia Mundial de Luta Contra a Malária, as autoridades de saúde do Amazonas lançaram um painel para acompanhar o cenário epidemiológico da doença.

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), entre os indicadores disponíveis no painel estão os novos casos (discriminados por ano e mês), além do porcentual comparativo entre os períodos e ranking de municípios com provável risco de infecção.

O painel cumpre a função de dar transparência aos dados de saúde e vai funcionar como ferramenta de análise de dados epidemiológicos, como afirma a diretora-presidente da FVS, Tatyana Amorim. (Ouça)

A gerente de Doenças de Transmissão Vetorial da FVS, Myrna Barata, disse que a ferramenta é fundamental para o Amazonas, que é está em uma região endêmica para a malária. (Ouça)

O painel foi montado a partir do banco de dados do Sistema de Informações de Vigilância Epidemiológica da Malária (Sivep-Malária) do Ministério da Saúde.