A

Artistas manauaras sofrem com demora em pagamento de edital municipal

Após mais de 6 meses de lançamento, o Edital Prêmio Manaus 2021 Zezinho Corrêa divulga o resultado dos artistas contemplados. A seleção de projetos é promovida pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos, Manauscult.

A

O setor da cultura foi um dos mais afetados pela pandemia do coronavírus. Sem apresentações, os editais foram fundamentais para a sobrevivência da classe artística. Em março de 2021, a Manauscult anunciou o Edital Zezinho Corrêa, para beneficar até 325 projetos. A pasta destacou o caráter emergencial da verba, porém divulgou o resultado somente em setembro.

O produtor cultural Andreas Dominique foi um dos contemplados e conta que o atraso prejudica a manutenção das despesas mais básicas dos artistas. (ouça)

A plataforma de editais é uma das principais fontes econômicas dos artistas para custear trabalhos voltados à cultura local.

Dominique também destaca o baixo número de vagas e os baixos valores disponibilizados. Para ele, os valores não contemplam a realidade financeira dos projetos. (ouça)

Nos módulos, a verba oferecida vai de R$1.900 até R$10 mil, em segmentos como música, teatro, artes visuais e literatura. A artista Marcela Ruanne relata que os baixos valores forçam a adaptação dos projetos para uma equipe reduzida. (ouça)

O artista Agenor Vasconcelos foi contemplado no edital e conta que também teve que adaptar seu projeto. Agenor destaca o papel da cultura e a importância dos editais destinados ao setor. (ouça)

A classe artística manauara também cobra da ManausCult a realização do edital Conexões Culturais, que normalmente ocorre todos os anos, mas até então, não foi oficialmente confirmado pela pasta. Segundo a Manauscult, o pagamento do Edital Zezinho Corrêa será realizado até o dia 25 de outubro.

Em nota, a Manauscult informa que não houve atraso quanto ao pagamento e que o edital está dentro do prazo estipulado pela comissão.

A pasta não informou se realizará o edital Conexões Culturais ainda em 2021.


Reportagem: João Felipe Serrão
Foto: Reprodução/Internet