Siga nossas redes sociais

Artista venezuelana assassinada em Presidente Figueiredo foi estuprada e queimada

por Clara Toledo Serafini

De acordo com a Polícia Civil, a artista circense venezuelana Julieta Inés Hernández Martínez, foi morta, vítima de estupro e queimada. O corpo dela foi encontrado por volta das 18h, de sexta-feira (5) enterrado em uma área de mata do município de Presidente Figueiredo.

O Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) identificou o corpo da artista. Ela estava desaparecida desde o dia 23 de dezembro na cidade de Presidente Figueiredo, interior do Amazonas. Um casal foi preso suspeito de envolvimento no caso.

Durante as buscas pela região, os policiais localizaram inicialmente partes da bicicleta que Julieta Hernández utilizava, o equipamento estava nas proximidades onde foi localizado o corpo. O local é próximo de um refúgio onde a mulher estava hospedada.

A polícia informa que o casal suspeito foi detido e conduzido para a delegacia, eles serão indiciados por ocultação de cadáver e presos em flagrante. O caso segue sob investigação.

Da redação.

Curta e compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Assine nossa newsletter

Receba uma seleção de notícias feitas pelos nosso editores. De segunda a sexta-feira, sempre bem cedinho!

Últimas Notícias

plugins premium WordPress