Após TCE suspender concurso, PM diz que vai fazer ajustes para manter cronograma

Após TCE suspender concurso, PM diz que vai fazer ajustes para manter cronograma

Após ter o concurso suspenso de forma cautelar pelo Tribunal de Contas do Estado – que indicou irregularidades no edital -, a Polícia Militar informou que vai prestar os esclarecimentos necessários para sanar os questionamentos e retomar o cronograma de realização do certame.

(Foto: Tarcísio Heden/SSP-AM)

As provas, sob responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas, estavam previstas para acontecer neste domingo, dia 6. A decisão de suspender o concurso é do conselheiro do TCE, Ari Moutinho Júnior. A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico (DOE) desta quarta-feira, e pode ser acessada no site.

Entre as irregularidades, de acordo com o TCE, estão: não indicação da bibliografia usada para formulação das provas; não apresentação de um cronograma com as fases do concurso; e o número de vagas para futuros oficiais maiores que do que as disponíveis; e ausência de reserva de vagas para pessoas com deficiência.

Da redação