Após serem ameaçados, indigenista da Funai e jornalista inglês desaparecem no Vale do Javari

Após serem ameaçados, indigenista da Funai e jornalista inglês desaparecem no Vale do Javari

O indigenista Bruno Araújo Pereira, da Fundação Nacional do Índio (Funai), e o jornalista inglês Dom Phillips, colaborador do jornal The Guardian, estão desaparecidos há mais de 24 horas no Vale do Javari, terra indígena no Amazonas. A informação é da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja).

(Foto: Reprodução)

Segundo a instituição, ambos vinham recebendo ameaças na região. O desaparecimento aconteceu quando faziam o trajeto entre a comunidade Ribeirinha São Rafael até a cidade de Atalaia do Norte.

A Univaja, diz ainda, que os dois se deslocaram para visitar a equipe de Vigilância Indígena, próximo ao Lago do Juburu, no dia 3, para que o jornalista entrevistasse alguns indígenas. Nesse domingo (05), quando voltavam para Atalaia do Norte, fizeram uma pausa na comunidade São Rafael e depois não foram mais vistos.

A Univaja afirma que faz buscas com auxílio de indígenas da região e que Exército, Ministério Público Federal e Polícia Federal, foram acionados também. A BandNews FM em Manaus entrou em contato com as instituições citadas e aguarda resposta.

O jornal The Guardian publicou reportagem sobre o desaparecimento do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira e disse que representantes do jornal estão em contato com a embaixada britânica no Brasil e autoridades locais e nacionais.

Da redação